terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Caso Bwin corta orçamento ao Paços


Foi com alguma apreensão que Carlos Barbosa, presidente do Paços de Ferreira, reagiu à deliberação do Tribunal do Porto, que considerou ilegal o patrocínio da empresa de apostas Bwin ao futebol português.

«Ainda não existe uma decisão definitiva, pois a Liga vai recorrer novamente, mas a confirmar-se esse cenário será muito mau para os clubes portugueses. A Taça da Liga já vai a meio e não pode perder o patrocinador. Se os clubes portugueses já estão mal a nível financeiro, isto em nada ajuda. Antes pelo contrário, faz com que as coisas piorem. Espero que haja o bom-senso e que a Bwin continue a ajudar o futebol nacional».

Sem comentários:

Enviar um comentário